You are currently viewing Como fazer um PLANEJAMENTO FINANCEIRO para sua Empresa

Como fazer um PLANEJAMENTO FINANCEIRO para sua Empresa

Planejamento financeiro não é um bicho de sete cabeças, não é algo muito complexo. Porém, é fundamental para qualquer tipo de negócio. O planejamento financeiro visa preservar e deixar a saúde financeira da empresa mais forte e sustentável.

Você deve saber que se não tenho limites eu acabo gastando com tudo o que aparecer na minha frente, não é verdade?

Sendo assim, você deve estar se perguntando, como faço planejamento financeiro? Vamos lá com um passo a passo.

O que é planejamento financeiro

Primeiramente vamos falar o que é um planejamento financeiro. Na realidade nada mais é do que projeções de receitas e despesas para um determinado período. Analisando cenários projetados e estabelecendo metas com base nestas informações.

O planejamento financeiro é um processo de coleta de informações, análise das mesmas e elaboração de previsões. Ele pode ajudá-lo a tomar melhores decisões sobre o futuro de sua empresa.

O planejamento financeiro ajuda você a medir o sucesso de sua empresa, analisando coisas como essas:

  • O crescimento dos lucros ao longo do tempo
  • A saúde financeira de sua empresa (quanto endividamento ela tem)
  • O fluxo de caixa de sua empresa (quanto dinheiro está entrando versus saindo)

Como fazer o planejamento financeiro

A principal ferramenta para planejamento financeiro é o orçamento empresarial. Nele você precisa fazer uma previsão para ver se sua empresa será capaz de pagar suas contas. Uma previsão é uma projeção das entradas e saídas de caixa previstas ao longo do tempo. É um plano que mostra todas as suas fontes de renda, despesas e outros pagamentos, como folha de pagamento e impostos.

Você pode criar uma planilha simples com colunas para meses e dentro de cada mês colocar a projeções de receitas e despesas. Mas vamos detalhar agora com um passo a passo.

1 – Traçar o estado atual da empresa

Analise o contexto atual da empresa, tanto interno, quanto externo. Uma ótima ferramenta para isso é a análise SWOT, onde você detalha quais são os pontos fortes da empresa? Quais são os pontos fracos? Que oportunidades estamos enxergando? Quais ameaças podem acontecer?

Esse tipo de análise é fundamental para ver quais os planos e visões de onde a empresa deseja ir para o próximo ano. Dependendo do que é analisado muda consideravelmente o planejamento financeiro.

Defina metas e objetivos viáveis, sonhe alto mas com planejamento. Qual faturamento deseja atingir? Qual lucro esperado? Qual limite de custos e despesas? Qual investimento será realizado?

2 – Elabore o orçamento anual

Elabore seu orçamento anual para cada área. Monte um fluxo de caixa e faça uma projeção de quanto acredita que será as vendas em cada mês. Esse número é atingível?

Projetar as vendas que pensa em realizar, tem que ter um período, trimestral, anual para melhor acompanhamento.

Aliado a projeção da receita faça o mesmo exercício para as despesas. Quanto vou gastar com mão de obra? Vou precisar contratar mais pessoas? Quanto vou gastar com marketing? Algum investimento será feito na empresa? Vai ter compra de novo maquinário?

Levantar todos as despesas e custos da empresa e como um ponto legal você pode estipular uma verba para essas despesas. Assim cada área sabe o quanto pode gastar em determinado período. Um limite ajuda muito a saber o quanto pode gastar.

Garanta que sua empresa tenha dinheiro suficiente em caixa para ter uma vida saudável, a aproveitar oportunidades e evitar contratempos.

Faça planejamento para que as receitas sejam suficientes para suportar todas as despesas planejadas. Daqui a pouco fazendo isso terá surpresas, e aí que vem o bom motivo de se planejar. Prever essas falhas e corrigi-lás a tempo.

3 – Projete cenários alternativos

Todo planejamento eu gosto de fazer sempre dois cenários, um pessimista e outro otimista para me preparar.

Eu sempre projeto que as receitas não serão muito boas como eu espero e projeto que as despesas sempre serão maiores do que eu esperava. Isso me dá uma margem de segurança. Se mesmo nesse cenário pessimista o meu planejamento mostrar que ainda terei lucro todos os meses, é porque fiz um bom planejamento.

E qualquer cenário um pouco melhor que esse é um gigante bônus.

Com isso, faça cenários alternativos para estar com o pé no chão.

4 – Trace plano de ação

Depois de realizado a análise da situação atual da empresa. elaborado o plano orçamentário e projetado cenários é hora de criar planos de ações.

Deve ter claro os objetivos, mapeie as tarefas e ações para aí sim ter um cronograma de todas as tarefas que precisam ser realizadas e delegar para seu time.

Com isso em mãos é só ir acompanhando, mensurando resultados e reveja isso periodicamente.

Conclusão

Em conclusão, o planejamento financeiro é uma parte importante de qualquer empresa, não só ajuda você a economizar dinheiro e tomar melhores decisões, mas também lhe dá uma melhor idéia do que seu negócio precisa.

Samuel M Basso

Mais de 16 anos de experiência na área de tecnologia da informação Samuel é um executivo de negócios de TI, empresário e professor. Tem uma grande experiência em análise e desenvolvimento de sistemas de gestão, marketing digital, consultor de micro e pequenas empresas.

Deixe um comentário