Como reduzir a inadimplência – 7 Dicas para aplicar na sua empresa

Um problema muito comum e que afeta a maioria das empresas é a inadimplência. O atraso, ou a falta de pagamento pode afetar a saúde financeira de um negócio e pode se tornar um problema caso não houver processos bem definidos para reduzir a inadimplência. 

O aumento na inadimplência é uma dificuldade recorrente e que tira o sono de muito empreendedor e empreendedora por aí. Segundo um estudo realizado pelo pela Confederação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), 65,6% das famílias brasileiras possuem dívidas, sendo que 24,5% deste total se encontram em situação de inadimplência.

Felizmente existem algumas maneiras para se precaver do famoso “calote”. Neste post você confere algumas dicas de como reduzir a inadimplência no seu negócio.

Procure entender os motivos da inadimplência

A inadimplência ocorre quando o seu cliente não faz o pagamento na data do vencimento. Claro que, um atraso ou outro às vezes é normal. Porém, quando esta situação é recorrente, ou quando você fica por vários dias sem receber é hora de ligar o alerta.

São vários os motivos que levam as pessoas a não pagarem as suas contas. De acordo com dados do Serasa Experian, mais de 60 milhões de brasileiros estão com dívidas pendentes e mais de 5 milhões de empresas estão com o CNPJ negativado. 

Ainda segundo o Serasa, o aumento do desemprego, a diminuição na renda familiar, a ausência de educação financeira, a falta de controle de gastos, atrasos de salários e enfermidades são os principais motivos para o atraso nas contas.

O certo é que ninguém gosta de ficar com o “nome sujo na praça”. Por isso, você deve buscar entender quais são os motivos para a situação de inadimplência dos seus clientes. Dessa maneira, você pode encontrar soluções e criar estratégias para diminuir as suas perdas.

7 Dicas para reduzir a inadimplência na sua empresa

Reduzir a inadimplência de uma empresa não é algo simples. Porém, é preciso enfrentar o problema para que ele não vire uma bola de neve e comprometa as suas finanças. Afinal, o serviço ou produto já foi comercializado ou prestado. 

Por isso é importante que você tenha estruturado alguns processos internos na sua empresa para se precaver e conseguir cobrar as dívidas de clientes em situação de inadimplência. Abaixo você conhece algumas práticas para reduzir a inadimplência no seu negócio.

1 – Vantagens para bons pagadores

Uma saída para reduzir a quantidade de devedores é oferecer vantagens para aqueles clientes que pagam em dia. Faça um bom planejamento orçamentário e verifique a disponibilidade no seu caixa para oferecer descontos, bônus ou pontos de fidelidade para os bons pagadores. Além de auxiliar com a redução da inadimplência esta estratégia ainda auxilia na fidelização de clientes na sua empresa.

Você também pode oferecer vantagens para clientes que pagam à vista. Assim você garante que terá recursos no caixa da empresa.

2 – Definir lembretes para pagamentos pode reduzir a inadimplência

Algumas vezes o cliente simplesmente esquece de pagar. Por isso, você pode lembrá-lo que as parcelas ou mensalidades estão para vencer. 

Você pode, por exemplo, entrar em contato por telefone, mensagem no celular ou e-mail avisando que o pagamento é para daqui a 5 dias. 

3 – Tenha um controle de clientes em situação de inadimplência

Seja por meio de um sistema de gestão, ou por planilhas de excel, é muito importante que você tenha um controle rígido dos clientes que pagaram e os que estão em atraso com sua empresa. 

Crie processos para acompanhar e atualizar diariamente este controle e entrar em contato periodicamente com aqueles que estão em situação de inadimplência.

4 – Política de Cobrança para reduzir a inadimplência

Estabeleça uma política para que as cobranças da sua empresa estejam estruturadas em um processo padrão. Defina, quantos dias após o vencimento um cliente entra para a lista de inadimplentes, quais os canais de contato com ele e os tipos de penalidades aplicadas em caso de atrasos (juros, multas, etc).

Também defina em que casos e como a dívida pode ser renegociada e quais as medidas judiciais podem ser tomadas.

5 – Esteja aberto à negociação

Muitas vezes um cliente fica inadimplente por não ter condições de pagar naquele momento, ou por ter que priorizar o pagamento de outras contas. Portanto uma maneira de recuperar estes valores em atraso é negociando outras formas de pagamento.

Por exemplo, você pode parcelar a dívida e reduzir os juros. Porém é importante que você não sacrifique a sua margem de lucro para não comprometer a saúde financeira do seu negócio.

6 – Não venda sem Nota Fiscal

A Nota Fiscal é uma comprovação de que um produto ou serviço foi vendido/prestado. Além de ser ilegal, a venda sem nota fiscal pode trazer problemas para a sua empresa, já que uma cobrança judicial não será possível.

7 – Automatize processos

Utilize um sistema de gestão para automatizar processos e reduzir a inadimplência no seu negócio. Com o ERPsoft você pode agendar avisos de vencimento, controlar a base de clientes inadimplentes, controlar o seu fluxo de caixa e muito mais. 

Solicite uma demonstração agora mesmo.

Samuel M Basso

Mais de 16 anos de experiência na área de tecnologia da informação Samuel é um executivo de negócios de TI, empresário e professor. Tem uma grande experiência em análise e desenvolvimento de sistemas de gestão, marketing digital, consultor de micro e pequenas empresas.

Deixe um comentário