You are currently viewing Planejamento Financeiro Empresarial: A melhor forma de garantir o futuro do seu negócio

Planejamento Financeiro Empresarial: A melhor forma de garantir o futuro do seu negócio

A sua empresa anda conseguindo fechar o mês no azul, com todas as contas pagas e ainda garantir recursos para investimentos? Se este não é seu caso, saiba que essa realidade é possível através de um bom planejamento financeiro empresarial.

Conseguir quitar todas as dívidas e ainda ter capital para crescer é um dos sonhos de muitos micro e pequenos empresários brasileiros. Porém, muitas vezes a grande quantidade de tarefas diárias os impede de dar atenção a um dos principais fatores para o sucesso de um negócio: a sua saúde financeira.

Seja por falta de tempo, ou de conhecimento, é comum que os gestores não façam este planejamento. Dessa forma, acabam não sabendo quais serão os seus gastos e receitas no próximo período, impedindo que eles realizem investimentos para o crescimento do negócio. Ou ainda pior, aplicam recursos de maneira errada, gerando prejuízos, muitas vezes irreparáveis.

Para evitar que isso aconteça com seu negócio, você deve fazer o planejamento financeiro empresarial. Se você não sabe por onde começar, não se preocupe. Abaixo apresentamos como traçar este plano tão importante.

Porque fazer um planejamento financeiro empresarial

Você sabe porque as empresas acabam fechando as portas? De acordo com uma pesquisa realizada pelo Sebrae entre os principais motivos estão a falta de planejamento e o não acompanhamento de despesas e receitas.

Geralmente, o empreendedor não pensa nas finanças a médio e longo prazo, se preocupando com os problemas à medida que vão surgindo. Porém, como atingir os objetivos e traçar metas se não sabemos quais recursos financeiros teremos no futuro?

O planejamento financeiro empresarial garante a segurança do seu negócio e auxilia a projetarmos receitas e despesas. Com isso, é possível fazer um planejamento estratégico bem estruturado, além de termos maior segurança na hora de realizar investimentos.

Confira também: O que é e como calcular a margem de contribuição

Como fazer um planejamento financeiro empresarial

O planejamento estratégico mapeia e projeta recursos financeiros da empresa. O documento leva em conta fatores como faturamento, lucro, despesas, dívidas, empréstimos, investimentos, custos, entre outros. Portanto, é imprescindível que o planejamento leve em conta todos os setores da organização e que os envolvidos participem de sua elaboração.

O planejamento financeiro deve ser realizado periodicamente – uma vez por ano, por exemplo – para que ele seja revisto e atualizado. Porém, a parte mais importante é aplicá-lo e mensurar os resultados. Ou seja, não adianta redigir um documento que vai ficar guardado na gaveta e nunca mais vai ser consultado.

Vamos ver a seguir alguns passos para elaborar um bom planejamento financeiro empresarial:

1- Organize a casa

Não temos como pensar o futuro se não sabermos como estamos no presente, não é mesmo? Portanto, antes de mais nada é preciso organizar o seu setor financeiro. Identifique e organize as despesas e receitas recorrentes e faça um controle rigoroso do seu fluxo de caixa. Esta é uma prática que deve ser realizada sempre para garantir a saúde financeira do seu negócio.

Sem tudo organizado não podemos ter dados concretos para analisarmos a situação financeira da empresa e tomarmos decisões com segurança.

2- Analise o presente

Com o financeiro organizado é hora de avaliarmos a situação da empresa. Este é um dos passos mais importantes do planejamento. Isso porque é o ponto de partida para a decisão de como os recursos serão utilizados no futuro.

Portanto, é hora de analisar quais os recursos disponíveis e quais as fontes de renda. Além disso, identifique os seus custos, despesas, dívidas, entre outros fatores que influenciam o caixa de sua empresa.

3- Evite surpresas

Para a elaboração do seu planejamento financeiro empresarial é importante evitar surpresas. Portanto, uma boa prática é projetar diferentes cenários futuros, tanto otimistas quanto pessimistas. Não estamos dizendo, porém, para simplesmente imaginar e inventar, mas sim, analisar os dados e informações que você já possui.

Por exemplo, suas vendas continuam iguais durante o ano, ou elas crescem ou caem conforme a época? Mudanças no comportamento do consumidor afetaram seu faturamento no passado?

Faça essas e outras questões que possam ser relevantes para encontrar padrões. Dessa forma, você não será pego de surpresa e irá saber como proceder nesses casos.

4- Faça projeções financeiras

Analisando a sua situação financeira atual e também o seu histórico, é possível fazer projeções financeiras. Assim, com base nas receitas, despesas investimentos e outros dados, é possível fazer uma previsão de quanto a empresa terá disponível para investimentos, ou então se terá algum tipo de prejuízo no futuro.

5- Estabeleça prioridades

Após estes passos, você deve ter uma ideia dos recursos disponíveis no período. Com isso, é possível estabelecer prioridades de investimentos. Para isso, estabeleça quais os objetivos que sua empresa pretende alcançar e quais os recursos disponíveis para alcançar cada um deles. O seu planejamento estratégico ficará assim, alinhado com o seu planejamento financeiro.

Tanto o seu planejamento estratégico, quanto o seu planejamento financeiro devem ser mensurados periodicamente e não devem ser estáticos. Ou seja, devem ser atualizados conforme a realidade do negócio. Quer entender mais sobre planejamento estratégico? Então confira o e-book: 10 dicas para fazer seu planejamento estratégico.

Samuel M Basso

Mais de 16 anos de experiência na área de tecnologia da informação Samuel é um executivo de negócios de TI, empresário e professor. Tem uma grande experiência em análise e desenvolvimento de sistemas de gestão, marketing digital, consultor de micro e pequenas empresas.

Deixe um comentário