You are currently viewing Veja como reduzir custos na empresa da forma correta

Veja como reduzir custos na empresa da forma correta

A vida de um empreendedor é repleta de desafios e responsabilidades. Entre elas como reduzir custos na empresa da forma correta sem afetar seu funcionamento e desenvolvimento é uma das que mais geram dúvidas. Afinal, esse é um procedimento que exige cautela e muito planejamento.

Você está passando por uma fase difícil em seu negócio e precisa cortar gastos de maneira eficiente? Então você acaba de dar o primeiro passo para assegurar que tudo saia de acordo com o esperado. Isso porque aperfeiçoar seus conhecimentos em gestão empresarial é essencial para o sucesso desse processo.

Pensando nisso, preparamos este post para ajudá-lo a entender como reduzir custos na empresa da forma correta e ainda aumentar o seu lucro. Quer aprender? Acompanhe as dicas a seguir!

Confira também: 10 dicas para o Planejamento Financeiro Empresarial

1. Faça uma análise de todos os custos da empresa

O primeiro passo para um empreendedor entender como reduzir custos na empresa de forma correta é conhecer profundamente todos os custos. Pois, quando você sabe em que o seu dinheiro está sendo empregado, consegue avaliar melhor onde os cortes poderão ser realizados.

Desse modo, comece elencando todos os seus custos fixos, como:

  • conta de telefone;
  • aluguel do ponto comercial;
  • folha de pagamento de funcionários;
  • materiais de limpeza e manutenção.

Além dos custos fixos, é importante conhecer os variáveis, como:

  • matéria-prima;
  • comissões para funcionários;
  • insumos para produção, como água e luz.

Após conhecê-los, você será capaz de identificar em que seu dinheiro está sendo empregado e visualizar possíveis desperdícios. Assim, o corte será realizado com mais critério e segurança, evitando perdas de produtividade.

Agora vamos para a segunda parte para entender como reduzir custos na empresa de forma correta

2. Negocie com os fornecedores

Você costuma renegociar preços com fornecedores? Pois saiba que alguns empresários se esquecem de avaliar esses contratos. Dessa forma ficam durante um longo período pagando por um preço fixo que pode não ser condizente com a atual situação do mercado. Portanto, renegociar valores com seus parceiros pode ser um início. Ainda mais se você ainda não sabe como reduzir custos na empresa da forma correta.

De modo geral, fique atento aos preços praticados por, no mínimo, três fornecedores diferentes. Assim, adquira o hábito de realizar orçamentos periódicos e faça uma escolha consciente, baseada em preço, qualidade e prazo de entrega.

Ou seja, não se deixe levar pela simpatia do vendedor ou pela falta de organização de seu negócio. Crie um método eficiente de realizar orçamentos e não se prenda a um só parceiro de negócios.

3. Faça uma compra mensal

Sabe quando você vai ao supermercado várias vezes ao mês e gasta mais do que realmente precisava? Em uma empresa, a lógica é praticamente a mesma: se você, em vez de realizar uma grande compra mensal, opta por pequenas compras semanais — além de comprar em excesso — pagará mais caro por isso.

Portanto, adquira o hábito de centralizar as compras de seu negócio, fazendo um balanço mensal do que precisa ser reposto no estoque. Dessa forma você consegue negociar preços mais atrativos com os fornecedores, já que a compra possui maior volume.

4. Fique atento ao consumo de água e luz, para reduzir custos na empresa

Uma das questões mais discutidas nos dias atuais é o alto consumo de água e luz por todos os cidadãos. Se essa questão já é pertinente em um ambiente doméstico, em uma empresa a discussão gera impactos ainda maiores.

Portanto é preciso abandonar hábitos negativos e incentivar a economia também no ambiente corporativo. Assim, como empreendedor, procure conversar com seus funcionários e estimulá-los a economizar.

Pequenos gestos como apagar as luzes ao deixar o ambiente, desligar computadores no final do expediente e não deixar torneiras abertas sem necessidade gerarão grande economia ao final do mês.

E, claro, não se trata apenas de uma preocupação com os gastos do negócio. Estamos falando em contribuir para um mundo mais sustentável.

5. Faça uso de um software de gestão

Sua empresa faz uso de um software de gestão? Se você ainda não conta com esse tipo de tecnologia, talvez seja o momento de avaliar os benefícios que ela pode lhe proporcionar.

A automação dos processos empresariais é uma estratégia que contribui significativamente para a redução de gastos, pois torna a visualização e análise de dados e resultados mais rápidas e eficientes. Além disso, com um programa de gestão, seus funcionários perdem menos tempo com tarefas burocráticas e podem se dedicar a atividades mais importantes.

Assim, o investimento inicial em um programa de gestão é superado pelos benefícios que esse aplicativo proporciona ao dia a dia empresarial, como:

  • melhor gestão de estoque;
  • acompanhamento de contas a pagar e receber;
  • controle do fluxo de caixa;
  • emissão e armazenamento de Nota Fiscal Eletrônica;
  • emissão de boletos bancários;
  • emissão de pedidos e orçamentos para clientes.

6. Avalie a necessidade de terceirização de serviços

A terceirização é o assunto do momento. Com a recente sanção da lei da terceirização, a legislação agora permite que o empresário terceirize qualquer área de sua empresa, mesmo aquelas relacionadas com sua atividade principal.

Trata-se de um avanço e benefício muito grande para a classe empresarial, pois esse tipo de trabalhador pode ser bem interessante para o funcionamento da organização. De modo geral, não ter vínculo trabalhista gera uma economia considerável de salários e encargos que eram de sua responsabilidade.

No entanto, apesar das vantagens advindas com a nova lei, é preciso avaliar se o seu empreendimento realmente necessita terceirizar alguma atividade e se esse contrato é, de fato, interessante a curto e longo prazo.

Portanto, saiba calcular os custos com a contratação do funcionário e os gastos com a contratação de uma companhia terceirizada. O valor final nem sempre pode ser mais interessante ao empresário, por isso, essa estratégia deve ser bem analisada e planejada.

Reduzir custos na empresa, em alguns casos, pode ser a única saída frente às dificuldades financeiras enfrentadas, especialmente em tempos de crise. No entanto, como você percebeu, esse é um processo que precisa ser feito com base em muito estudo e análise das possibilidades — não se pode cortar custos sem critério e de maneira aleatória.

Seguindo as dicas aqui apresentadas, você terá melhores condições de organizar seu negócio e reduzir custos de maneira estratégica, sem afetar e prejudicar o crescimento de seu empreendimento. Portanto, coloque em prática o que aprendeu!

Espero que eu tenha te auxiliado a entender como reduzir custos na empresa de forma correta.

Gostou deste conteúdo? Então, gostaríamos de convidá-lo a assinar nossa newsletter e receber em primeira mão tudo o que postamos aqui no blog. Assine agora mesmo!

Samuel M Basso

Mais de 16 anos de experiência na área de tecnologia da informação Samuel é um executivo de negócios de TI, empresário e professor. Tem uma grande experiência em análise e desenvolvimento de sistemas de gestão, marketing digital, consultor de micro e pequenas empresas.

Deixe um comentário